Ego Wars: A academia contra-ataca

Ah, o Oscar. A noite que todos os fãs de cinema esperam simplesmente para aporrinhar  a academia. Mas dessa vez, ela deu motivos.

É meio ridículo pensar no Oscar hoje como um prêmio realmente válido em questão de qualidade. O cara que ganha geralmente não é o cara que tem o melhor filme, e sim o cara que tem mais amigos, mais contatos. Uma prova claríssima disso, foi o Oscar de 2010: Guerra ao Terror matou os bonecões azuis de James Cameron, fazendo o cara perder pra ex-mulher na frente do mundo todo. Não estou dizendo que Avatar é melhor que o filme sobre os desarmadores de bombas, muito pelo contrário, mas o ponto é que  quantos filmes foram influenciados por Guerra? E quantos pelos Smurfs de Cameron? A industria já sabia disso naquela época, enquanto Avatar era filmado todas as empresas já estavam com os olhos no novo 3D milagroso do diretor de Titanic.

Mas tem um ponto muito importante aí, o cara se auto denomina “Rei do mundo”. Quando Cameron veio ao Brasil em 2010, tive a oportunidade de tietar o homem, e uma coisa tenho a dizer: ele é mala. Enquanto o elenco do filme foi super simpático, tirou fotos e conversou comigo, quando eu perguntei se ele podia parar por um segundo, ele me respondeu um simples “I’m sure that I don’t have time for this” (Com certeza eu não tenho tempo pra isso). Não estou dizendo que sou importante bagarai então ele devia ter parado pra falar comigo, não é isso. Só que será que ele é assim só com os fãs? O que eu estou querendo dizer é: se você não tiver cuidado, você cria inimigos dentro da academia, e tem coisa pior do que tomar pau da ex-mulher? (E convenhamos, ninguém caiu naquela de que ele estava torcendo por ela né? Bitch, please!)

Se você ainda não entendeu meu ponto, vou tentar explicar de maneira quase que minimalista como funciona a escolha dos vencedores. A academia é composta por várias pessoas, de diversas áreas que trabalham, ou já trabalharam na  indústria cinematográfica. Essas pessoas votam em cada categoria, os votos são contabilizados e  é registrado o vencedor, lindo né? Não. O problema é que as pessoas que trabalham com cinema não tem tempo de ir ao cinema. Pode parecer paradoxo mas é a mais pura verdade. Então os votos vão sempre para os amigos, para os filmes bons que eles conseguiram arranjar um tempo pra ver, ou para os longas e curtas que fizeram uma premier em Paris com tudo pago e champanhe caro à vontade.

Bom, mas o ano de 2010 foi só um exemplo, em 2012 não faltaram situações iguais, ou eu preciso realmente comentar o caso Muppets vs Rio? Ou até mesmo em 1976, quando Spilberg não foi indicado a melhor diretor por Tubarão, como o vídeo abaixo escancara a indignação do dono do E.T..

 

A única coisa que eu tenho a dizer é que é uma pena, um prêmio que tinha tudo pra dar certo, com o apoio de uma das maiores indústrias do planeta, acaba tropeçando nos méritos por conta dos egos. And the Oscar goes to…. hope, just hope.

O Cálice: Ano Perigoso

Olá, querido Vera, sabe o que tem hoje, né? Na verdade era pra ser ontem, mas não deu! Eu estava muito ocupada me divertindo no Hopi Hari preparando o post para vocês! Hohoho.

Estive pensando em, durante minhas postagens, dar algumas dicas para vocês, que por mais que soem óbvias, devem ser lembradas sempre!

Primeira coisa que você precisa saber: acabou o mundo de contos de fadas, aqui ninguém é bonzinho, mas também nem todos são os vilões. Chega dessa divisão maledeta que criaram para nos ensinar o que é certo e o que é errado. Todo ato político deve ser avaliado com desconfiança, se alguém faz algo é porque quer outra coisa em troca, independente do que seja. Nenhum político faz algo de graça, por melhor que seja, ele vai fazer tudo pensando no retorno! CUIDADO! Você pode ser enganado!

Segunda coisa: acrescentando ao que eu disse no item acima, você deve ser desconfiado sobre atos políticos SEMPRE! Mas neste ano esteja mais ligado ainda, sabe por quê? Porque é a lua que rege este ano, por isso você capricorniano… WHAAAT? NÃO! Esqueça essa baboseira, precisamos ficar ligados porque este é ano de eleição, caro Vera! Por isso os políticos estão tentando apagar as merdas que fizeram nos 3 anos passados botando a mão na massa (na verdade, mandando alguém botar a mão na massa), e como brasileiro tem memória curta e os políticos se aproveitam disso… FIQUE ESPERTO! Na escola, por exemplo, a gente só se matava de estudar no final do ano, POR QUÊ? Porque não tinha feito nada o ano inteiro e corria o risco de levar bomba. Na política é a mesma coisa, só que a bomba está nas nossas mãos, ou a gente passa pro sacaninha, ou jogamos no planalto e matamos todos aqueles f… jogamos na urna, no chão, em qualquer lugar que faça barulho e mude a posição das coisas.

O Kassab está desesperado

Neste ano já é possível notar algumas movimentações marketeiras, principalmente as vindas do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. O cara está se mostrando um desesperado. Não vou nem mencionar a operação na cracolândia, pois isso daria um outro post inteiro, mas Kassab, que antes era do DEM, partido aliado ao PSDB (Alckmin, Serra e afins), ano passado  saiu deste partido e criou outro chamado PSD, que ainda não criou alianças, mas  está sendo frequentemente relacionado com os petistas, que são oposição do partido antigo dele! Nada oficial, mas semana passada ele procurou o ex-presidente, NO HOSPITAL, para tentar colocar alguém do seu partido como vice do candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. Só que existe a confirmação de uma tentativa de aliança do PSD com o PSDB. O que será que Kassab quer? Ele não é burro, ele procura fazer alianças com o lado mais forte, ninguém quer estar do lado mais fraco da corda, né? Dizem que este lado sempre arrebenta… E o PSDB tem interesse da fazer alianças, assim como o PT. Para que lado será que o Kassab irá? Um partido que antes ele criticava tanto, mas que tem maioria, ou o partido que ele costumava ser aliado, mas que já teve algumas rusgas? Você acha que ele está atirando para todos os lados? Enfim, este é um motivo para se manter de olhos abertos, não é mesmo? E o que nós, Veras, faremos? FICAREMOS DE OLHO!

Coachella 2012 anuncia seu line-up

Tá bom pra vocês?

Só uma observação: mesmo esses nomezinhos pequenos, quase ilegíveis, as atraçõeas “menores”, entre eles há: Jimmy Cliff, Kasabian, Kaiser Chiefs, The Vaccines e Calvin Harris. Apesar de ter abandonado um pouco o rock, o festival esse ano trouxe bandas ou pop ou completamente hipster, mas ainda muito boas. Separadas corretamente, nenhum dia perde pro outro (mentira, eu iria só no 14 ou 21), é uma boa mistura… imagina as bandas todas bebendo juntas nos bastidores, que foda.

Se você não conseguiu enxergar tudo, as bandas são essas :

Sextas 13 e 20 de Abril
The Black Keys, Swedish House Mafia, Pulp, Refused, Arctic Monkeys, Mazzy Star, Afrojack, Explosions in the Sky, M83, Amon Tobin, Cat Power, Madness, Jimmy Cliff & Tim Armstrong, GIRLS, The Rapture, Madeon, M. Ward, The Horrors, Frank Ocean, Horrors, James Alesso, Sebastien, Yuck, Neon Indian, Dawes, Black Angels, Deathgrips, Wu Lyf, Breakbot, Atari Teenage Riot, Feed Me, Givers, Other Lives, Band of Skulls, R3hab, Wolfgang, Midnight Beast, EMA, Ximena Sarinana, Kendrick Lamar, The Dear Hunter, Honeyhoney, Hello Seahorse!, Sheepdogs, LA Riots

Sábados 14 e 21 de Abril
Radiohead, Bon Iver, The Shins, David Guetta, Noel Gallagher’s High Flying Birds, Kaskade, Miike Snow, Jeff Mangum, Sebastian Ingrosso, Andrew Bird, Feist, Firehose, Godspeed You! Black Emperor, St. Vincent, Martin Solveig, Subfocus, Sbtrkt, Flying Lotus, Manchester Orchestra, Kasabian, AWOL Nation, Azealia Banks, Squeeze, A$AP Rocky, Buzzcocks, Kaiser Chiefs, Destroyer, The Head and the Heart, Laura Marling, Tuneyards, Grace Potter and the Nocturnals, Black Lips, The Big Pink, Childish Gambino, The Vaccines, Zed’s Dead, Grouplove, Jacques Lu Cont, We Were Promised, Jetpacks, Gary Clark Jr., Borgore, Dragonette, We Are Augustines, Mt. Eden, Destructo, Suedehead, Keep Shelley in Athens, Pure Filth Sound

Domingos 15 e 22 de Abril
Dr. Dre and Snoop Dogg, At the Drive-In, Justice, Florence and the Machine, AVICII, La Roux, Beirut, The Weeknd, Girl Talk, The Hives, DJ Shadow, Calvin Harris, Nero, Wild Flag, Modeselektor, Dada Life, Porter Robinson, Santigold, Flux Pavilion, Dr. P, Gotye, Seun Keti, Egypt 80, Beats Antique, Fitz and the Tantrums, Araabmuzik, Company Flow, Real Estate, Zed, Le Bucherettes, Greg Ginn, The Growlers, Noisia, Morgan Page, Gaslamp Killer, First Aid Kit, Oberhofer, Lissie, Thundercat, Metronomy, Wild Beasts, Housse de Racket, Fanfarlo, Spector, Gardens & Villa, Airplane Boys, Sleeper Agent

O Coachella acontece na California, EUA, desde 1999, mas essa edição é a primeira a ter um terceiro fim de semana, e a primeira a juntar tantos nomes de efeito, reunindo bandas que estavam em hiato, como At The Drive-in. De onde essa verba toda saiu? Será que tem relação com o súbito surto pop do festival? Será?