5 de Outubro: 50 anos de pop

Hoje, meus caros Veras, é um dos dias mais importantes da história da cultura pop, não própriamente hoje, mas no dia 5 de outubro de 1962 dois dos maiores expoentes dessa cultura nasciam de forma primorosa.

Vou começar com o lado musical da coisa. Qual a banda mais importante do século? Acho que seria quase unânime que a resposta seria Beatles, por que mesmo que você, jovem padwan, não goste dos besouros da Abbey Road muito provavelmente as bandas que você curte se inspiraram neles. Não é nem preciso ir muito longe para chegar nisso. Ozzy Osbourne, o eterno inimigo do Batman, já declarou algumas vezes que sua maior inspiração musical é ninguém menos que John Fucking Lennon, apesar do estilo do cara ser extremamente diferente de Lennon, ele entende que os meninos de Liverpool eram simplesmente geniais.

O fato é hoje fazem bodas de ouro do primeiro single dos caras. Love Me Do é uma das músicas mais amadas pelo fãs, me incluo discaradamente nesse meio, por sua simplicidade, sua gaita bem colocada e o romantismo que o Beatles trouxeram ao mundo de forma única. Existem alguns fatos curiosos sobre a canção aniversariante, uma delas é que várias versões foram gravadas, trocando principalmente o baterista, o que deixou Ringo Starr #lastimioso. Além disso, em uma das primeiras ideias, a famosa gaita era antes uma guitarra. Gaita que por sinal John nunca comprou, já que o Beatle roubou a gaita em uma viagem, pouco antes de se tornar a lenda que é.

Se você ficou com saudades/ quer comemorar o aniversário assobiando junto/ o ou até mesmo conhecer a canção (por que não?) é só dar play aqui em baixo 🙂

Acho que nem preciso dizer mais o quão importante é esse aniversário, né? Uma música que mudou não só uma geração, mas todas as gerações que seguiram a partir do momento em que o primeiro acorde tocou 50 anos atrás. Já basta, né? O mundo já foi suficientemente alterado por causa desse dia histórico, certo? Errado. Nesse dia os ingleses acordaram inspirados por que outro ícone estaca nascendo naquele momento. O nome dele? Bond. James Bond.

Issumemu, bicho, o agente secreto mais foda de todos os tempo também tinha sua estréia nos cinema hoje, com o clássico-sensacional-mother-fucker 007: Contra o Satânico Dr. No, ou simplesmente “Dr. No”, pros gringos. O filme teve um investimento de 1 milhão de dólares, algo muito mais absurdo do que pode se imaginar nos padrões de hoje, e foi nele que começaram as tradicionais Bond Girls, perseguições, super-vilões internacionais, as armas de Bond, a abertura com câmera subjetiva de dentro da arma, o famoso Dry Martini “Batido, não misturado”, a consagração de Sean Connery (que é considerado por muitos o maior 007 de todos os tempos) e principalmente da famosa apresentação: “Sobrenome. Nome Sobrenome”.

Poucos personagens são tão importantes quanto esse. 007 é não só um ícone mundial, mas também um centro de referências incontáveis, muitas das coisas que você acha clichê, em termos de ação, espionagem e policial, surgem desse agente secreto. Mesmo que Dr. No em especial não traga todos os pontos principais da saga do agente londrino (As bugigangas secretas começaram a aparecer efetivamente no segundo filme da série – Moscou contra 007 ( From Russia With Love), de 1963 – é importante que o sucesso desse primeiro longa deu segurança e força para a MGM investir na série (que é hoje sua maior fonte de renda e prestígio).

O trailer do longa pode ser conferido aqui também:

Com  esses dois momentos históricos acontecendo no mesmo dia, a única coisa que posso dizer para encerrar o post, é que  a data de nascimento da cultura pop, é no dia cinco de outubro de mil novecentos e sessenta e dois. 

Anúncios

Coachella 2012 anuncia seu line-up

Tá bom pra vocês?

Só uma observação: mesmo esses nomezinhos pequenos, quase ilegíveis, as atraçõeas “menores”, entre eles há: Jimmy Cliff, Kasabian, Kaiser Chiefs, The Vaccines e Calvin Harris. Apesar de ter abandonado um pouco o rock, o festival esse ano trouxe bandas ou pop ou completamente hipster, mas ainda muito boas. Separadas corretamente, nenhum dia perde pro outro (mentira, eu iria só no 14 ou 21), é uma boa mistura… imagina as bandas todas bebendo juntas nos bastidores, que foda.

Se você não conseguiu enxergar tudo, as bandas são essas :

Sextas 13 e 20 de Abril
The Black Keys, Swedish House Mafia, Pulp, Refused, Arctic Monkeys, Mazzy Star, Afrojack, Explosions in the Sky, M83, Amon Tobin, Cat Power, Madness, Jimmy Cliff & Tim Armstrong, GIRLS, The Rapture, Madeon, M. Ward, The Horrors, Frank Ocean, Horrors, James Alesso, Sebastien, Yuck, Neon Indian, Dawes, Black Angels, Deathgrips, Wu Lyf, Breakbot, Atari Teenage Riot, Feed Me, Givers, Other Lives, Band of Skulls, R3hab, Wolfgang, Midnight Beast, EMA, Ximena Sarinana, Kendrick Lamar, The Dear Hunter, Honeyhoney, Hello Seahorse!, Sheepdogs, LA Riots

Sábados 14 e 21 de Abril
Radiohead, Bon Iver, The Shins, David Guetta, Noel Gallagher’s High Flying Birds, Kaskade, Miike Snow, Jeff Mangum, Sebastian Ingrosso, Andrew Bird, Feist, Firehose, Godspeed You! Black Emperor, St. Vincent, Martin Solveig, Subfocus, Sbtrkt, Flying Lotus, Manchester Orchestra, Kasabian, AWOL Nation, Azealia Banks, Squeeze, A$AP Rocky, Buzzcocks, Kaiser Chiefs, Destroyer, The Head and the Heart, Laura Marling, Tuneyards, Grace Potter and the Nocturnals, Black Lips, The Big Pink, Childish Gambino, The Vaccines, Zed’s Dead, Grouplove, Jacques Lu Cont, We Were Promised, Jetpacks, Gary Clark Jr., Borgore, Dragonette, We Are Augustines, Mt. Eden, Destructo, Suedehead, Keep Shelley in Athens, Pure Filth Sound

Domingos 15 e 22 de Abril
Dr. Dre and Snoop Dogg, At the Drive-In, Justice, Florence and the Machine, AVICII, La Roux, Beirut, The Weeknd, Girl Talk, The Hives, DJ Shadow, Calvin Harris, Nero, Wild Flag, Modeselektor, Dada Life, Porter Robinson, Santigold, Flux Pavilion, Dr. P, Gotye, Seun Keti, Egypt 80, Beats Antique, Fitz and the Tantrums, Araabmuzik, Company Flow, Real Estate, Zed, Le Bucherettes, Greg Ginn, The Growlers, Noisia, Morgan Page, Gaslamp Killer, First Aid Kit, Oberhofer, Lissie, Thundercat, Metronomy, Wild Beasts, Housse de Racket, Fanfarlo, Spector, Gardens & Villa, Airplane Boys, Sleeper Agent

O Coachella acontece na California, EUA, desde 1999, mas essa edição é a primeira a ter um terceiro fim de semana, e a primeira a juntar tantos nomes de efeito, reunindo bandas que estavam em hiato, como At The Drive-in. De onde essa verba toda saiu? Será que tem relação com o súbito surto pop do festival? Será?

True Story, Bro

Você está no banco, em uma daquelas filas intermináveis, até que BAM, um homem entra armado e fala que vai explodir tudo se você não passar a grana. Forçado? É, um pouco, mas com certeza isso já aconteceu com algumas centenas de pessoas. E o que fazem quando histórias desse nível de inesperado acontecem? Simples, antes mesmo do ladrão de bancos terminar o assalto, na livraria mais próxima já está um Best-seller contando a história de um dos sobreviventes e como foi traumática toda essa situação, e virando à esquina, o cinema mais próximo já adaptou o tal livro com George Clooney no papel principal.

É fato, a cada ano dezenas de filmes e livros “baseados em fatos reais” são produzidos, trazendo à tona boas histórias ou não. O ponto é que estou aqui, caro leitor, pra falar de algumas dessas obras, que surpreendem por terem realmente acontecido.

Vou começar com um especial pra aqueles que gostam de musicais. Chicago, o filme que fala sobre a penitenciária feminina e os crimes cometidos pelas mulheres que ali habitam foi  inspirado numa acusação real de homicidio à duas mulheres, as protagonistas, que no filme são representadas por Renée Zellweger e Catherine Zeta-Jones. Aposto que na cadeia elas não cantavam como cantam no filme e no teatro (pros que não sabem o filme só foi lançado depois de uma grande adaptação na Brodway), mas é super valido imaginar que cantavam, haha.

Outro sensacional que tinha que entrar aqui só vai ser familiar para aqueles que são um pouco mais hardcore no mundo do cinema, ou que tiveram aulas sobre história do video, da comunicação e etc (que foi o meu caso). O filme é O Encouraçado de Potemkin. Mudo e sem cores, foi lançado em 1925 e acabou entrando pra história por ser o primeiro filme a usar cortes de câmera, mostrando a mesma cena de vários ângulos diferentes, dando novas interpretações e até mesmo despertando novos sentimentos para o cinema. A trama gira em torno de um grupo de marinheiros que russos que em 1905 se rebelam contra o governo Czarista. O longa de Sergei Eisenstein conseguiu mostrar que a técnica de cortes funciona basicamente com uma cena, conhecida como Odessa Steps“, ou em português algo como “os degraus de Odessa” que hoje é considerada uma das mais importantes da história… Essa aqui de baixo 😉

O último longa que vou destacar aqui foi o que mais me surpreendeu por ter uma história real, que se relaciona com o Potemkin, mas eu explico logo embaixo. O filme é Anastásia. O fato é que quando a revolução russa aconteceu em 1917, Czar (aqui que se relaciona com o filme de cima) perdeu o poder, e não só ele, mas sua família inteira foi morta pelos Bolcheviques. E é aí que entra o filme, existe uma lenda urbana na Rússia que fala que Anastásia Nikolaevna Romanova, a filha mais nova de Czar, sobreviveu à revolução e é justamente nessa lenda que se inspira esse filme e uma outra versão live-action (com atores reais) de mesmo nome, que foi filmada em 1956.

Esses três são os que mais me impressionaram, mas existem váaarios muito muito bons,  como o premiado O Discurso do Rei, o curioso Aconteceu em Woodstock, e até mesmo já aconteceu de um trem com material radioativo ficar sem freios e invadir uma cidade no maior estilo Velocidade Máxima , dando origem à Imparável (2010) além do que já citamos de 127 horas. Falando nesse último, achei mais uma coisa surreal sobre a história do escalador, esquecido nas profundezas do youtube está um pedaço real do áudio de Aron Ralston, bom vou por aqui embaixo.

Por hoje é só pessoal, agradeço a visita, comentem, divulguem, e o mais importante, voltem sempre 😉

Restrospectivera

Feliz ano novo, leitores seletos! Agora que estamos em 2012, viemos falar sobre 2011. Será que você aproveitou mesmo o ano que passou? Será que descobriu tudo de novo que surgiu por aí? Nós sabemos como medir: será que você viu os 3 melhores filmes do ano? Ouviu os 3 melhores discos? Jogou os 3 melhores games? Descubra agora!

2011 foi o ano em que este blog nasceu e prosperou, com a ajuda de vocês. Ano que trouxe para o Brasil tantos shows de bandas internacionais como nunca se viu antes: Pearl Jam, Aerosmith, Paul McCartney! O cinema nacional continuou evoluindo, e Tropa de Elite 2 só aumentou seu sucesso. O boom tecnológico cada vez maior, e as novidades do mundo e lançamentos de jogos estão cada vez mais próximos de nós. O Bin Laden até morreu! Enfim, para celebrar, nós nos juntamos para testar você, leitor. Viemos apontar aqui o melhor do ano, na nossa humilde opinião.

Filmes: Que 2011 não foi o melhor ano da sétima arte é fato, principalmente quando se tem noção do que tivemos em 2010 e o que teremos em 2012. Mesmo assim dá pra salvar alguns longas desse ano arroz com feijão 😉

Sucker Punch: O filme anda sendo esquecido por grande parte das listas de fim de ano, mas tem zumbis, robôs gigantes, e os figurinos são um filme a parte, haha

Harry Potter e As Relíquias da Morte – Parte 2: Como já dissemos em Harry Fucking Potter, o filme foi um marco, não por si só, mas por representar o fim da era que acompanhou uma geração inteira.

Planeta dos Macacos: A Origem: Acho que ser por justamente um filme do qual nínguém esperava nada, se mostrou digno da franquia que sustenta, com James FrancoAndy Serkis, o filme vale ser visto.

 

Discos: Bandas antigas voltaram à ativa, artistas novos apresentaram ao mundo seu talento e se firmaram no cenário nacional. Tudo isso fez de 2011 um ótimo ano musical, e de 2012 um ano promissor.

Wasting Light – Foo Fighters: Já falamos bastante dele aqui, somos fãs. Esse álbum teve tanta divulgação que fez os fãs duvidarem, mas não decepcionou. Dave Grohl trouxe Pat Smear de volta à banda e o som ficou incrível.

Nó na Orelha – Criolo: Apresentou um gênio para todo o Brasil, fazendo-o sair do underground. Além disso, trouxe de volta a força do rap no cenário nacional.

Noel Gallagher’s High Flying Birds: Finalmente livre, o britânico juntou as composições reprimidas dos tempos de Oasis, fez um arranjo triunfal, soltou a voz e saiu por pubs e rádios a divulgar sua poesia. Ele será uma lenda no futuro.

 

Games: 2011 foi um ano próspero para games. Muitas sequências de aclamadas séries, vendas astronômicas e jogos que jamais serão esquecidos. É dificílimo escolher apenas 3 mas depois de muito tempo com a lista de todos os games de 2011 conseguimos fazer uma seleção e aqui está. Menções honrosas para Battlefield 3; Marvel vs. Capcom 3; Portal 2; Uncharted 3; Gears of War 3 e The Legend of Zelda: Skyward Sword.

The Elder Scrolls V: Skyrim: Amado por muitos, odiado por alguns, o RPG de mundo aberto da Bethesda Softworks mereceu com todo o louvor possivel o prêmio de Game of The Year 2011. Em que outro jogo dragões com inteligencia própria aparecem em vastas planícies e geladas montanhas para te matar? Genial não acham?

Mortal Kombat 9: A nova versão do clássico game de luta sangrento voltou com tudo. De volta com o estilo de luta 2D, Mortal Kombat 9 trouxe tudo que os fãs pediram: cenários clássicos, os famosos fatalities e é claro, MUITO sangue.

Call of Duty: Modern Warfare 3: Podem falar o que for. Não sou fanboy da série porque gamer de verdade não é fanboy de nada. Battlefield 3 realmente tem gráficos melhores e um combate mais estratégico mas nada supera as batalhas rapidas e sempre repletas de ação que a série Call of Duty proporciona. Um game que vende 6.5 milhões de cópais e arrecada mais de 400 milhões de dolares nas primeiras 24 horas não é pouca coisa.

 

Agora que nossa opinião foi dada, quem escolhe é você! Queremos eleger os primeiros lugares! E o que seria de uma eleição sem votos? Isso aqui é uma democracia (contrariando meu professor de fotojornalismo)!

Então vai lá, escolha e confira o resultado e a opinião do povão desse meu Brasil:

 

Pra qualquer xingamento, ofensa ou opinião contrária, é só comentar! Se tiver outros títulos preferidos, também nos conte, assim podemos medir o gosto de vocês. Agora é esperar os lançamentos do ano que vem, que prometem, já que vai ser o fim da humanidade, né. Beijo!

5 motivos pelos quais você não deve baixar/comprar pirataria

Será que só eu sou indignado com isso? Não é possível. Vocês, nossos leitores tão instruídos devem compartilhar da minha opinião. De qualquer forma, resolvi juntar aqui os motivos principais que invalidam a pirataria no ramo da arte. Quem sabe assim você consegue convencer aquele seu amigo sem noção ou aquela sua tia que trabalha do lado do camelô e não resiste em trazer filmes pra assistir com o maridão de noite. Spread to the world!

1. Quem nunca quis colecionar alguma coisa? Você provavelmente já comprou um disco. Não é diferente a sensação? Poder abrir, ler o encarte, conferir as letras, fotos e detalhes de lançamento. Ter o trabalho em mãos. A capa do disco, além de quase sempre ser muito bonita, é fruto de muito trabalho, e geralmente fala muito sobre ele. Nunca é tarde pra começar uma coleção de CDs, pra poder mostrar pros seus filhos mais tarde.

2. Os artistas sobrevivem disso(salvo nos filmes, que os atores faturam milhões só por gravar). Nos bons e velhos tempos, ganhar um disco de ouro era a maior consagração

Músicos espanhois tocando o terror

pra um músico, as rádios tocavam um disco inteiro assim que eles eram lançados. A pirataria não respeita direitos autorais, copia, prejudica artista e gravadora, fazendo artistas viverem de shows e produtoras irem à falência. É sua banda favorita apresentando pra você algo novo, encare um álbum como um livro, uma história dividida em partes: as músicas.

3. No processo de gravação, todos os instrumentos são gravados separadamente, equalizados e mixados. CD significa Compact Disc, ou seja, disco compacto. Já ao ser gravado em CD, muito da música se perde, já que sua capacidade não é das maiores. Se você ouvir um vinil (LP, que vem de Long Play), perceberá que a amplitude do som é muito maior, e você pode perceber todos os instrumentos separadamente. Mas não vou ser saudosista a ponto de dizer que você devia ter uma vitrola em casa. Em mp3, que é o formato que baixamos da internet, a qualidade já é altamente prejudicada, a ponto de não conseguirmos ouvir o som do contrabaixo, por exemplo. Sem contar que um CD/DVD pirata danifica seu player.

4. Não vou nem falar aqui de outros produtos contrabandeados, como tênis, óculos, computadores pessoais e perfumes, mas o Procon lançou um guia recentemente com orientações e dicas ao consumidor sobre produtos piratas e como combatê-los, no qual diz que “esses produtos oferecem riscos contra a saúde e segurança, inclusive de quem vai manipular o produto”. Claro, tenta dar uma corridinha com um tênis de amortecedor falso.

5. Por último, o mais óbvio. Isso é crime! Você pode sim ir preso! Ok, não aqui no Brasil porque né… mas se você fosse francês você poderia sim ir preso! Além de alimentar o crime organizado e continuar patrocinando um trabalho ilegal.

Fui muito moralista? Não to dizendo que você não deve conhecer trabalhos pela internet (afinal, eu concordo que o preço que é cobrado em CDs por aqui é absurdo), muitas bandas disponibilizam seu trabalho online, como na épica vez em que o Radiohead “vendeu” o In Rainbows por aqui. Mas depois de baixar, se você gostou, por favor compre. Ter uma coleção de discos é uma das coisas mais gratificantes pros amantes de música, eu posso garantir.

P.S. 1: Para copiar essa lista, basta depositar R$ 20,00 na conta do Vera. Mentira, mas coloque a fonte, senão é pirataria.

P.S. 2: Como nosso Vera Fe Germano bem incluiu, veja aqui qual o filme mais pirateado do ano. Mas no caso desse filme eu deixo baixar, assistir no cinema seria desperdício de tempo mesmo.

Pop árvore

Veraaas, que saudades de escrever aqui, juro! E eu sei que vocês estavam com saudades também!… not. Anyway, eu garanto que os três que fazem o blog do Elvis aqui aprenderam muuuito nesse tempo que ficaram sem escrever. Logo, preparem-se porque preparamos umas coisas animaaais pra vocês 😉

Mas vamos ao ponto! Hoje é véspera de natal \o/ E isso significa que vou gastar todo o meu dinheiro para dar uma cópia de qualquer filme que falamos aqui no Vera pra cada um dos leitores e ainda por cima vou escrever um post natalino!

Isso mesmo, nesse post eu separei simplesmente os melhores enfeites de Natal do mundo! E o melhor, você pode fazê-los pra por na sua árvore! Ou pelo menos tentar né? Simboranegads.

Mario, o encanador que fez história, o personagem simplesmente marcou gerações, virou ícone e ainda tem uma piada do nível “é pave ou pacome?“. Por que não ter um desses na sua árvore de natal? Além de dar aquele ar super nerd-cult, vai ficar super bonitinho. Sério.

O mais legal é que esse é facílimo de fazer, o site que ensina a fabricá-los se chama Instructables e é especializado em ensinar a galera a fazer suas próprias coisas. Faz parte de um grupo de sites que investem no DIY (Do It Yourself – que pode ser traduzido como “Faça você mesmo”) e ensina passo a passo montar esse, e os outros enfeites que eu vou colocar aqui embaixo. Pra ver certinho é só clicar aqui .

O próximo ornamento que eu escolhi é especial para os fãs de música eletrônica, é um enfeite do DeadMau5. Mas Fe, quem é esse DeadMau? Jovem padawan, ele é simplesmente um dos maiores Djs do mundo! Esqueça Guetta, sério. Bom, não vou
entrar muito nisso porque um post especializado nesses Djs já está nas cozinhas Verianas, mas já vou colocar um videozinho pra vocês irem se familiarizando com o Rato cabeçudo.
O legal desse enfeite é que ele brilha, assim como o ratão original. Tá, não é tão fácil de fazer como o do Mario ali em cima, maaas o resultado é super foda. Pra acessar o link é só clicar aqui.

Vamos lá, Música, Games, falta o que pra completar o que esses Veras gostam de ler nesse blog? Bom, de prima vem na minha mente filmes e… livros. Então porque não usar os dois de uma vez só? Vou trazer aqui enfeites das duas maiores franquias inspiradas em livros e que foram pro cinema, ou seja: Senhor dos Anéis e Harry Fucking Potter. O enfeite da saga do Frodo é nada mais nada menos do que o Olho de Sauron, super simples de ser feito também, e o resultado fica super legal. É só clicar aqui pro passo a passo.
Já a história que tem Aquele-que-não-deve-ser-nomeado como vilão tem um enfeite que dá mais trabalho pra fazer, mas também não é nada extraordinariamente difícil de ser feito. O enfeite dos Potter pode ser visto clicando aqui. É o simbolo das insignias da morte, que não só dão título ao ultimo livro, como também explicam muitas pontas soltas ao longo da história, e moldam a trama do último livro. E vou confessar, acho que é o meu favorito entre esses aqui, porque é simplesmente lindo.

Agora o último enfeite, mais do que lindo, mais do que legal… é delicioso. O alimento favoritos dos seus Veras, pode estar na sua árvore de natal! Sim estou falando dele. Bacon. Esse é o enfeite mais épico de todos, porque além de ser fácil de fazer, ele é super fofo é uma daquelas coisas típicas que seus amigos vão ver e querer roubar.
Se você não está entendendo o porque eu fiquei tão animado, é só clicar aqui e se apaixonar.

Você deve estar pensando “Porra, porque você não postou isso antes? Agora já está muito em cima da hora!”. Realmente, mas a árvore só é desmontada em Janeiro! E porque não enfeitar esse trambolho de árvore que fica no meio da sua sala? E além do mais, sempre temos um próximo natal, ou não, certo maias? Trohohoho 😉

Planeta Vera

Olá, meus queridos Veras. O post de hoje é rápido, curto, mas de extrema importância!

Logo nos primeiros posts desse pequeno blog, ficou bem claro que a gente queria ter conseguido os ingressos para o Planeta Terra, e não conseguimos por causa dos cambistas da rápida vendagem e consequentemente o esgotamento dos ingresos do festival. MAS eis que um belo dia, acontece um pequeno milagre. A organização do festival abriu uma promoção, onde alguns ingressos seriam disponibilizados! OMFG! Entramos meio desanimados, só por desencargo de consciência, mas entramos. E adivinha? Chegamos até que longe! E se VOCÊS nos ajudarem, o blog do Elvis que vocês tanto amam vai cobrir o show e trazer o máximo de informação (e quem sabe algum brinde) do jeito que a gente sempre faz! 🙂

Como vocês podem ajudar? Fácil, clique aqui e vote LOUCAMENTE (vamos aproveitar que não tem limite de votos!). O único problema é que o site fica falando que você digitou a combinação errada, mesmo quando você digita a certa, mas provavelmente os caras já devem estar arrumando isso.

Bom, o fato era esse, agradeço desde já quem votou, e é pra continuar votando! Porque se o Vera ganhar, a gente vai dar pra vocês……. tá, eu não sei ainda, mas pode rolar alguma coisa! E sim, esse post é uma súplica desesperada de fãs apaixonados!

Beijão galera, e por hoje é só 😉