Nostalgia em uma URL

Olá meus caros Veras. Eu, como todo gamer, tenho minhas fases nostálgicas onde quero relembrar os tempos áureos do Super Nintendo, NES, Master System, Mega Drive ou quem sabe até, (algo que muitos aqui fizeram) jogar Pokémon no amado Game Boy. Sou tão saudosista que ainda tenho meu Super Nintendo, Game Boy Color e Mega Drive funcionando até hoje e em ótimo estado, diga-se de passagem. Um dos motivos por ter comprado um PSP foi para usar emuladores (jogar Super Mario ou Megaman X no busão não tem preço).

Em uma dessas fases nostálgicas eu encontrei um site que fez meus olhos de old gamer brilharem: VirtualSuperNES!

E pensar que esse jogo tem mais de 21 anos.

Sim Veras, é um site onde você joga os games do Super Nintendo diretamente do seu Navegador. Você clica em uma letra logo embaixo daquele ícones coloridos e pronto, seu game já está pronto para ser jogado. Os comandos estão logo na esquerda da tela. O site ainda disponibiliza, no mesmo esquema, jogos de Game Boy (COM POKÉMON!) e NES.

O site funciona perfeitamente, sem lag ou slowdown nenhum, embora eu ainda não tenha testado os jogos que usassem o chip SuperFX (Starfox do Super Nintendo por exemplo). Se o site tem algum defeito? Claro que tem. Você não pode assoprar os cartuchos, infelizmente.

Anúncios

Entenda um pouco sobre SOPA e PIPA e suas consequências

Imagine você acordar, ligar sua câmera pronto para fazer um vídeo, vlog, música, o que

será mais ou menos assim que vai acontecer.

seja, ai você termina seu trabalho e manda ele pro youtube. Depois de um tempo, o youtube olha pra você e grita: “No soup for you!” (fãs de Seinfeld entenderão). É isso que irá acontecer caso o SOPA (Stop Online Piracy Act) e o PIPA (Protect-IP Act) sejam aprovados no congresso estadounidense. Criados por Lamar S. Smith nos EUA, essas duas leis têm como intuito bloquear qualquer forma de conteúdo na internet que contenha algum tipo de copyright, seja ela uma foto, música, vídeo, enfim, tudo na internet basicamente seria bloqueado. Você não poderá mais entrar no 9gag e colocar uma nova tirinha (como na foto ao lado), você não poderá entrar no youtube e postar seu vídeo tocando alguma música e também poderá até ter suas discussões bloqueadas no Facebook. Tudo que tenha alguma forma de conteúdo não poderá ser divulgado pela internet. Pra piorar, se seu vídeo ou foto não for removido, o site pode ser tirado do ar. Sim meus caros Veras, se o youtube não policiar seus usuários, ele pode ser fechado, junto com Facebook, Wikipedia e outros. Para vocês terem uma ideia do quão sem sentido é essa lei, tenho um exemplo pra vocês: Se vocês fizerem o upload de uma música do Michael Jackson, vocês poderão pegar até 5 anos de prisão, um a mais do que o médico que matou o rei do pop.

SOPA bloquearia meu post já que estou pegando uma imagem do 9GAG.

Google e Facebook já avisaram que se estas leis forem aprovadas, fecharão todos seus serviços, mesmo que por um tempo limitado. Na prática, o PIPA quer bloquear todo e qualquer site que distribua conteúdo midiático ilegal ou qualquer outro vinculado a estes sites via bloqueio de DNS (mesmo estilo de censura da China e Irã). Um exemplo de site que poderia ser fechado é o Google, já que ele agrega em seu banco de dados sites de file-sharing como Megaupload e 4shared ou então anúncios publicitários de produtos que infringem copyright.


Se essas leis já existissem há algum tempo, Twitter, Facebook, Youtube e 4chan provavelmente nem existiriam. Sites como Wikipedia, o site oficial do Mozilla Firefox, 4chan, 9gag e o site oficial do Minecraft estão em protesto contra estas duas leis. Outra pessoa que já se posicionou contra SOPA foi Barack Obama (yes, we can stop SOPA!). O presidente norte-americano disse claramente em um comunicado há alguns dias que não apoia estes dois atos. Estou citando tudo isso para mostrar a vocês a monstruosidade que estas leis podem fazer com a itnernet.

Se em 2011 a resvita Time nomeou o Protestante como a figura mais marcante do ano, devemos honrar esse título e mostrar que estes ideais não ficaram apenas no ano passado. A lei pode sim ser apenas norte-americana, mas lembrem-se a internet é de todos. Não deixemos que dominem um lugar tão vasto como a internet, seja contra SOPA e PIPA, passe a mensagem para outras pessoas, vamos fazer com que todos saibam o que estão querendo fazer com a liberdade de expressão online.

É isso ai meus caros Veras, sei que os posts de política são da Renata mas não pude deixar passar isto, espero que tenham gostado. Até logo.

Pop árvore

Veraaas, que saudades de escrever aqui, juro! E eu sei que vocês estavam com saudades também!… not. Anyway, eu garanto que os três que fazem o blog do Elvis aqui aprenderam muuuito nesse tempo que ficaram sem escrever. Logo, preparem-se porque preparamos umas coisas animaaais pra vocês 😉

Mas vamos ao ponto! Hoje é véspera de natal \o/ E isso significa que vou gastar todo o meu dinheiro para dar uma cópia de qualquer filme que falamos aqui no Vera pra cada um dos leitores e ainda por cima vou escrever um post natalino!

Isso mesmo, nesse post eu separei simplesmente os melhores enfeites de Natal do mundo! E o melhor, você pode fazê-los pra por na sua árvore! Ou pelo menos tentar né? Simboranegads.

Mario, o encanador que fez história, o personagem simplesmente marcou gerações, virou ícone e ainda tem uma piada do nível “é pave ou pacome?“. Por que não ter um desses na sua árvore de natal? Além de dar aquele ar super nerd-cult, vai ficar super bonitinho. Sério.

O mais legal é que esse é facílimo de fazer, o site que ensina a fabricá-los se chama Instructables e é especializado em ensinar a galera a fazer suas próprias coisas. Faz parte de um grupo de sites que investem no DIY (Do It Yourself – que pode ser traduzido como “Faça você mesmo”) e ensina passo a passo montar esse, e os outros enfeites que eu vou colocar aqui embaixo. Pra ver certinho é só clicar aqui .

O próximo ornamento que eu escolhi é especial para os fãs de música eletrônica, é um enfeite do DeadMau5. Mas Fe, quem é esse DeadMau? Jovem padawan, ele é simplesmente um dos maiores Djs do mundo! Esqueça Guetta, sério. Bom, não vou
entrar muito nisso porque um post especializado nesses Djs já está nas cozinhas Verianas, mas já vou colocar um videozinho pra vocês irem se familiarizando com o Rato cabeçudo.
O legal desse enfeite é que ele brilha, assim como o ratão original. Tá, não é tão fácil de fazer como o do Mario ali em cima, maaas o resultado é super foda. Pra acessar o link é só clicar aqui.

Vamos lá, Música, Games, falta o que pra completar o que esses Veras gostam de ler nesse blog? Bom, de prima vem na minha mente filmes e… livros. Então porque não usar os dois de uma vez só? Vou trazer aqui enfeites das duas maiores franquias inspiradas em livros e que foram pro cinema, ou seja: Senhor dos Anéis e Harry Fucking Potter. O enfeite da saga do Frodo é nada mais nada menos do que o Olho de Sauron, super simples de ser feito também, e o resultado fica super legal. É só clicar aqui pro passo a passo.
Já a história que tem Aquele-que-não-deve-ser-nomeado como vilão tem um enfeite que dá mais trabalho pra fazer, mas também não é nada extraordinariamente difícil de ser feito. O enfeite dos Potter pode ser visto clicando aqui. É o simbolo das insignias da morte, que não só dão título ao ultimo livro, como também explicam muitas pontas soltas ao longo da história, e moldam a trama do último livro. E vou confessar, acho que é o meu favorito entre esses aqui, porque é simplesmente lindo.

Agora o último enfeite, mais do que lindo, mais do que legal… é delicioso. O alimento favoritos dos seus Veras, pode estar na sua árvore de natal! Sim estou falando dele. Bacon. Esse é o enfeite mais épico de todos, porque além de ser fácil de fazer, ele é super fofo é uma daquelas coisas típicas que seus amigos vão ver e querer roubar.
Se você não está entendendo o porque eu fiquei tão animado, é só clicar aqui e se apaixonar.

Você deve estar pensando “Porra, porque você não postou isso antes? Agora já está muito em cima da hora!”. Realmente, mas a árvore só é desmontada em Janeiro! E porque não enfeitar esse trambolho de árvore que fica no meio da sua sala? E além do mais, sempre temos um próximo natal, ou não, certo maias? Trohohoho 😉

Cortina de papel

Quem passa diariamente pela Rua Consolação, centro de São Paulo, está acostumado com a paisagem cinza, e com o barulho de carros que domina o local e torna a viagem rotineira. De uns tempos para cá, os transeuntes devem ter repararado em algo diferente, algo colorido. Trata-se do prédio Germano Leardi, no número 574, onde funciona a empresa ClearSale, que recebeu nos últimos meses uma decoração diferente. Sua fachada de vidro está agora repleta de post-its (artigo de papelaria muito usado entre os universitários, para tomarem notas) coloridos, arranjados de maneira a formar frases e desenhos variados e de temática jovem.

O projeto se chama Post It War, e surgiu na empresa espontaneamente a partir de reuniões semanais feitas entre os funcionários com a intenção de integrá-los e estimular sua criatividade. “Reunimos 330 funcionários, e decoramos a fachada em meia hora. Foi a ideia mais bem sucedida que tivemos no projeto”, conta Daisy Mola, 49, coordenadora e líder das reuniões.

Os desenhos formados pelos pequenos quadrados coloridos dão a sensação de se olhar para um vídeo-game antigo. As formas pixeladas remetem a ícones da cultura popular oitentista, como os jogos Super Mario, Pitfall e o porco espinho azul Sonic, porém trazendo também referências ao que está ocorrendo de atual, como o personagem Bob Esponja e um pássaro provindo de Angry Birds

A iniciativa teve inspiração na Europa, em especial na França e nos Estados Unidos, locais em que esse tipo de movimento já tem alguns exemplares, todos devidamente fotografados e organizados em um site. Mas os mentores do projeto aqui no Brasil confessam que não tinham idéia da proporção que isso tomaria. ”Tudo começou com um botão ‘like’ do Facebook. Todos os funcionários se envolveram e em pouco tempo decoramos a fachada inteira”, dizem os dois funcionários da empresa, Marvin Ferreira, 21 e Cinthya Saito, que tiveram a ideia depois de verem alguns modelos na internet e resolveram reproduzir a mão azul e branca em uma das vidraças. “A gente levou pra empresa inteira, e acabou virando essa brincadeira”, diz Marvin com um sorriso no rosto. “A gente não sabe o que é verdade e o que não é, mas esses dias veio um homem que se identificou como relacionado ao Post-it e disse que esse é o maior prédio do Brasil a fazer isso”, Daisy fala, orgulhosa, comparando outros edifícios que participam do movimento no país.

Porém, a ação divide opiniões. Fidélis Carlos, 54, diz que não passa de “poluição visual” e que para ele aquilo simplesmente não é arte. “Pelo menos não para minha faixa etária”, diz, dando risada. Enquanto Tânia Serafim, 47, possui uma posição contrária. “Ficou muito bonito, deu uma diferenciada na paisagem”. Quando perguntada sobre o que as crianças acham, a babá revela que elas gostam muito e que sempre comentam quando passam em frente ao decorado prédio.

Arte ou não, a verdade é que o local chama a atenção, destacando-se dos outros pelo uso das cores fortes que os pequenos papéis possuem, deixando pelo menos o diferente marcar uma das ruas mais famosas da cidade. A decoração, que é de fácil visualização por todos, permanecerá por tempo indeterminado.

Just “Facebook”, it’s cleaner

Olá meus queridos Veras. Quem leu o título dessa matéria e viu A Rede Social (do Fincher) ligou uma coisa à outra. A frase é dita no filme com o contexto de que antigamente o site se chamava “thefacebook” e em uma troca de diálogos se decide tirar o “The” e deixar apenas o nome como conhecemos hoje. Só que o cleaner daqui vem com outro sentido, o sentido de spam, e o correntes.

Acontece que com o filme, muita gente que não conhecia o site começou a acessar, e como tudo que acontece rápido e em massa… isso deu errado. A nova população da rede social azul e branca, migrou de sites como o Orkut, e em vez de trazer as coisas do site que empolgaram a infância de muito marmanjo, e praticamente desvirginaram o país em questões de webnetworks, a galera veio em massa trazendo as piores coisas que o Orkut tinha.

“Meu nome é Samara, tenho quatorze anos, ou melhor, teria…”. Essa é uma frase super reconhecível pra qualquer um que cresceu usando o Orkut, essa é só mais uma entre as muitas correntes, que podiam ser temidas por alguns, mas eram odiadas por todos. E o que se pensa quando ocorre a migração entre o popular roxinho e o gringo azul? As correntes vão sumir né? Afinal o pessoal vai ficar ocupado demais jogando Farmvile! NOT! As correntes voltam, só que dessa vez disfarçadas de dois jeitos:
O primeiro é o menos pior, é divertido quando colocado com criatividade, e pode ser até inesperado se a pessoa quiser inovar nas respostas. É o já famoso “Cole no seu mural se…”. Esse é facilmente consertável, ninguém vai te achar chato por usar isso uma vez ou outra, mas TODA HORA NÃO! Alguns profiles ficam tão sobrecarregados disso que parecem aqueles twitters de piada e cantada, que repetem exatamente A MESMA coisa todo santo tweet! Galera, moderação né?
o segundo é quase triste. São as piadinhas internas que as meninas fazem. Com certeza você leitor já viu alguma e você leitora infelizmente já fez alguma dessas, como as famosas polegadas, bebidas, cores e etc. Meninas, sinceramente vocês não acham mesmo que isso é pelo câncer de mama né? Vamos falar sério, vocês fazem isso pra deixar os meninos curiosos e só. O único ponto é que existem duas coisas que sempre vão acontecer: 1) alguma menina vai contar. Consequantemente: 2) vai parar no Google. Então eu peço, pelo bem de vocês mesmas, parem com isso! Mas, como eu sei que mentade das meninas nem até aqui leu, e a outra metade está revirando os olhos nesse exato momento. Tenho a plena certeza que tudo isso vai continuar, e o que eu vou fazer? A única coisa possível, ajudar o lado testosterona da força a entender pelo menos as piadinhas mais clássicas:

Vou explicar as duas mais famosas:

Polegadas: essa é super deduzível, as meninas faziam essa pra brincar com o trocadilho de sapato grande e sapatão (é, eu sei…) então se você ver um “36 polegadas” a jovencita usa número 36… agora se você ver um “18 polegadas“, aí a coisa toda muda, a menina tá se referindo ao peguete/ficante/namorado/qualquer-coisa-que-envolva-o-documento-do-amiguinho, não precisa explicar né?

Bebidas: Esse aqui era menos fácil de acertar, mas o oráculo nos ajudou e nos trouxe a pedra fundamental, que trazia as seguintes informações: Tequila: Estou solteira / Rum: Eu sou uma mulher “touch and go” / Champagne: Eu sou uma mulher compromissada (noiva) / Redbull: Eu sou uma mulher em um relacionamento / Cerveja: Eu sou uma mulher casada / Vodka: Eu sou a “outra” / Sprite: Eu sou uma mulher que não consegue encontrar o homem certo / Whisky: sou uma mulher simples, mas com amigos que não param de festejar / Licor: Eu sou uma mulher que queria estar solteira / Gin: Eu sou uma mulher que quer se casar.

Existem muitas, mas muitas mesmo, então nem vou tentar colocar porque sempre vão ficar faltando várias. Mas existe um grupo no Face que foi criado só pra divulgar essas brincadeirinhas, pra acessar é só clicar aqui.

Pra que saber dessas brincadeiras velhas? Há, simples, porque o novo facebook está chegando, e mais stalker do que nunca! Nele você vai poder ver tudo o que seus amigos escreveram (isso tudo dividido por ano, meses e dias). Ou seja, aquela brincadeirinha que sua amiga fez a dois anos atrás revelando altas coisas prazamiga voltarão à tona. By the way, o site do Zuckerberg tá com um erro na programação que permite que você já mude pro novo Facebook e edite tudo que você quer antes que ele vá ao ar. Esse vídeo explica tudo:

Bom, é isso, espero que ajude alguns homens a entender um pouco mais o que tá acontecendo na internet, e algumas mulheres a pararem com isso… Brinks, pode continuar, rende post e é super divertido descobrir o podre alheio haha. Beijos para todos e até 😉

Don’t try this at home, I’m a professional russian

Assim como todos vocês já devem ter percebido, tenho um certo fascínio por zumbis. Um dos pontos que mais me deixa fascinado sobre um apocalípse zumbi é a possibilidade que eu teria de usar armas de fogo de altíssimo calibre sem nem ligar para leis ou muito menos se os zumbis iriam reclamar.

Outra grande paixão minha são jogos de guerra. Jogos como Duke Nukem, Doom, Battlefield, Wolfenstein, Call of Duty, enfim, todos nesse estilo sempre me chamaram a atenção, desde pequeno mesmo. Mas o que me chamava a atenção nesses jogos? As armas! Sim, meus caros Veras, eu tenho um certo apreço por armas de fogo. Sei também que são umas das piores invenções do homem, junto com o funk e a piada do “pavê ou pacumê”. Nada que possa tirar a vida de outro ser humano pode ser considerado algo bom, mas mesmo assim, não consigo deixar de olhar para armas em filmes, games e videos com um certo fascínio por toda sua engenharia mortal.

Em uma quinta-feira tediosa eu entrei no site Jovem Nerd pra ver o novo episódio do NerdOffice (vlog semanal deles) e eis que eu vejo o melhor canal do youtube até agora (logo depois do Epic Meal Time, Ray William Jhonson e do Cabine Celular). O canal que venho hoje falar para vocês é o FPS Russia!

Kyle Myers é um americano de 25 anos, conhecido por ser o dono do canal FPS Russia. Ele começou o canal em abril de 2010. Ficou conhecido por fazer vídeos usando armas reais pra desmentir filmes e jogos. a parte do “Russia” é por causa do ex-chefe russo dele em uma concessionária onde trabalhava.

No começo, Kyle não precisava desembolsar muito dinheiro porque já tinha uma grande coleção de armas. Ele cresceu em uma fazenda na Georgia (que aliás, é o local GIGANTE dos seus vídeos) onde aprendeu a atirar junto com seu pai. Atualmente ele não gasta dinheiro mais com as armas já que ele pega de donos de lojas e, em troca, divulga o site deles nos videos.

Agora chega da história do cara e vamos ao que importa. O cara tem mais de 70 videos todos eles demonstrando desde M16, Desert Easgle, Ak-47, lança-chamas até uma MINIGUN! Sim, meus Veras, uma minigun é uma daquelas armas rotatórias, estilo as que ficam em helicópteros. O cara é simplesmente a pessoa com maior chance de sobreviver a um apocalípse zumbi (depois de mim, é claro) do mundo. O melhor de tudo? O cara é cheio de videos atirando em posters e cartazes do Justin Bieber. Perfeito não?









Espero que tenham gostado do post de hoje. Inscrevam-se no canal do nosso amigo “Dmitri” e lembrem-se “Don’t try this at home, i’m a professional russian” e como sempre “Have a nice day”.

A arma perfeita contra o tédio

Momentos de tédio sempre requerem medidas rápidas e extremas, coisas que prendam a atenção por um bom tempo. Foi em um desses momentos de tédio e por indicação de um amigo meu que eu descobri um novo vicio: Podcasts.

Um podcast, pela descrição da grandiosa Wikipedia é uma série de episódios de algum programa quanto à forma em que este é distribuído. Essa descrição foi tão clara como um pote de tinta preta. Resumidamente, um podcast é uma conversa de bar gravada. Assuntos diversos, desde games, música, cinema até assuntos mais densos como história ou religião. Um podcast seria quase como um programa de rádio, uma conversa informal gravada e editada.

Muitas pessoas não conhecem nenhum podcast, nunca nem ouviram falar, acho isso uma pena já que existem podcasts muito bons, informativos e engraçados espalhados pela internet. Hoje colocarei alguns de meus favoritos e mais recomendados a vocês.

Começarei falando de um podcast bastante conhecido pelos cinéfilos de plantão: Rapaduracast (http://www.rapaduracast.com.br/). Podcast do site Cinema com Rapadura, feito por Jurandir Filho, Maurício Saldanha e convidados. Embora não tenha escutado muitas edições deste podcast pelo simples fato de não entender quase nada do assunto (deixo o cinema para o Felipe Germano), as poucas edições que eu vi (como a mais recente, sobre Sidekicks) me fizeram rir muito. A dupla Jurandir e Maurício criam um toque todo especial no podcast ao discordarem tantas vezes. Realmente, um podcast muito bom.

Outra sugestão minha é um podcast mais recente, bem mais novo, o Zombie Talk (http://www.zombietalk.com.br/) feito por André MonsevFabio Nanni, Ivan Mussa e Lucas Moraes. A história de como conheci esse podcast é um tanto quanto curiosa: O podcast começou a me seguir no twitter do nada, eu, na pura curiosidade e pelo fato de amar zumbis, quis conhecer. Me surpreendi com a qualidade do trabalho deles além de serem bem humorados e tratarem de assuntos mais variados do que o podcast citado anteriormente.

Se o Podcast citado acima é considerado novo, o que eu recomendarei agora seria considerado um bebe recém nascido. O 99 Vidas (http://99vidas.wordpress.com/) é um podcast BEM nostálgico, dedicado aos old gamers. Feito também por Jurandir Filho junto com Izzy Nobre e convidados, abordam temas como games antigos, a época das locadoras e tantas outras coisas nostálgicas para todos os bons gamers. O podcast só tem 10 episódios até agora, porém, todos já valem muito a pena.

Um dos motivos que fiquei viciado em podcasts foi a galera do Matando Robôs Gigantes (http://matandorobosgigantes.com/). Comandado por Diogo Braga, Roberto Duke Estrada e Affonso Solano, O MRG é o culpado das minhas crises de risos vergonhosas no ônibus à caminho da faculdade. Os temas deles são divididos em três: Cinema, Games e HQ’s. Todos SEMPRE muito bem humorados, bem informativos, temas bem diferentes, enfim, essa fórmula de vários temas diferentes me impede de enjoar deles. Mas e se vocês não entenderem de nenhum desses assuntos? Como irão curtir o MRG? É simples meus queridos Veras. O MRG além dos três temas ditos anteriormente, tem também os episódios de trailers de games que estão por vir e tem também o “A voz do robô”, uma espécie de jornal onde eles discutem as notícias mais bizarras da atualidade. Não irei nem comentar sobre as aberturas dos programas onde eles fazem “remixes” de varias músicas. Um show a parte. Isso e muito mais vocês devem checar sozinhos, mas eu garanto a vocês, é risada na certa.

Para finalizar este post, não poderia deixar de colocar o podcast que me viciou, o maior podcast do Brasil, um dos melhores e mais engraçados de todos, o Nerdcast (http://jovemnerd.ig.com.br/categoria/nerdcast/)! Embora tenha este nome, o podcast não é exclusivo a nerds e é isso que o torna tão bom e tão grandioso. Alottoni e Azaghal, junto de seus inúmeros convidados marcantes, conversam sobre todos os tipos de temas possiveis, desde Primeira Guerra Mundial até histórias de bêbados, passando por Star Trek, Star Wars, Lost, entrevistas com dubladores e autores, profissões, livros, games, filmes e outros temas cada vez mais variados. Garanto que vocês encontrarão o tema que mais gostam no site deles. Toda sexta feira eles lançam um episódio novo.

Muitos aqui podem ficar intimidados com o tamanho dos podcasts, alguns podendo chegar até a duas horas de duração, mas não deixem com que isso os impeça de ouvir. Apenas façam assim como eu, baixem o podcast, coloquem nos seus respectívos mp3 players e aproveitem o caminho para a faculdade, é uma experiência muito mais agradável e que irá te garantir varias risadas constrangedoras no ônibus.

Por hoje é isso gente, espero que tenham gostado. Se você quiserem recomendar outros podcasts, façam isso nos comentários abaixo.