Luz, Câmera y Buenos Aires


Olá, Veras, saudades? Espero que sim ! Por que eu estou com muitas, mas o importante é que estamos de volta, aos poucos, mas de volta =)

Bom, com a sua timeline do Facebook e do Twitter já estourada de atualizações sobre o Curíntia  e o Boca, vamos manter essa linha. “Poxa, Felipe, futebol?!? Não aguento mais isso!”. Acalme-se, caro Vera, hoje não tem bola nenhuma na parada, ¡vamos a hablar sobre la Argentina!

Issumemu, a terra do alfajor tem muito mais do que Maradona, do mesmo jeito que nós temos muito mais do que Pelé. E apesar dos hermanos serem multifacetados hoje eu vou focar no Cinema.

O cinema da terra dos adversários corinthianos , já ganhou 2 Oscars, com La historia oficial (1985) e o atual El secreto de sus ojos (2009), além de outras quatro indicações sem sucesso. Porém, muita pouca gente viu esses filmes, e eu quero falar dos 5  filmes mais tops que não são de lá, mas foram gravados pertinho de La Bombonera.

Vou começar essa listinha com a melhor pessoa possível para desvirginar algo. Madonna, sim a rainha do pop gravou Evita (1996), o filme é baseado em uma história real, que nem os do post que eu escrevi em janeiro, e conta a história de Evita Perón,  que além de ex-atriz e primeira dama foi referência política para a Argentina e para o mundo. Eva Perón é uma mulher marcante na história do país azul e branco, e sua história seria muito grande para colocar nesse post, então se eu despertei sua curiosidade dê uma googlada, seja mais culto(a) e faça o Fê aqui mais feliz.

Evita Perón em  propaganda, em sua época de atriz.

O fato é que Evita é o ápice cinematográfico da cantora de Vougue, que se mostrou um desastre como diretora,em suas várias tentativas. O filme foi gravado em Buenos Aires, e teve cenas gravadas dentro da própria Casa Rosada, a casa presidencial argentina. O filme antes mesmo de virar película já foi musical na Brodway, respect.

O próximo filme dessa listinha é de um brazuca, Walter Salles pra ser mais exato. O diretor de Central do Brasil foi para lá gravar Diarios de Motocicleta (2004). Esse é outro filme-biografia, que também fala de outro ícone mundial: Chê Guevara. O filme que conta as viagens que Guevara fez pela parte sul da América, passando por vários países como Chile, Colombia, Venezuela, e claro, Argentina, mais especificamente em Buenos Aires e outras cidades como Mirarar, San Martín de los Andes, Patagônia e Villa Gesell.

Essa última cidade causou polêmica em outro filme, o hit de 2011, X-men: First Class. O problema é o seguinte, lembra aquela cena em que  Magneto (Michael Fassbender), está atrás do nazista que matou a família dele? Pois é ele descobre onde o cara está e vai até onde ? Acertou se você falou Villa Gesell. Se você não se lembra da cena, é só ver ela aqui :

Ok, qual o problema nisso?” Acalme-se jovem padawan, a resposta vem logo. O problema é que Villa Gesell é assim :

É, bicho, a cena foi gravada em Bariloche, e o lugar da legenda não tem montanhas e nem pasto, muito pelo contrário, é uma praia pertinho de Buenos Aires. Basicamente os caras colocaram uma panorâmica do MASP e puseram de legenda “Rio de Janeiro, Brazil”. E se não bastasse, o sotaque do barman da cena é de espanhol, e não de argentino. A coisa gerou uma polêmica, e até mesmo o maior jornal do país, o Clarín, soltou uma nota irônica em seu site, dizendo que deveriam ter usado o Google Maps. Mereceram.

O penúltimo dessa listinha foi um fracasso total de bilheteria e crítica, mas vou citar por um simples motivo:  Coppola. O diretor de O Poderoso Chefão fez Tetro em 2009. A história é basicamente sobre um menino de 18 anos,Benjamin, vai para Buenos Aires se reencontrar com seu irmão, um escritor. Só que flashbacks, e alguns acontecimentos vão esquentando a história do Suspense/Drama. O filme não é ruim, na minha opinião, só não é inovador. E vale a pena ser visto assim como qualquer coisa do nosso amigo Francis Ford.

O último que eu vou falar aqui ainda nem foi lançado aqui nas terras tupiniquins, On the Road, também do Walter Salles. O filme sai ainda esse ano, e está no meu top 3 de filmes mais esperados do ano. A película vai contar a história do famoso livro homônimo
que Jack Kerouac publicou pela primeira vez em 1957, dando origem ao movimento Beat. A trama que conta a história do próprio Kerouac atravessando os Estados Unidos com seu amigo, Neal Cassady, foi filmado inteiramente nas locações originais por onde o escritor passou, tendo apenas como exceção a Argentina, que serviu de cenário para algumas cenas internas de inverno.

Agora uma dica pra você que vai visitar as terras hermanas, ou melhor ainda, pra você que mora lá/aí. Um site chamado filmaps utiliza o google maps para por marcações de onde filmes foram rodados, se você quiser ir direto pra página de Buenos Aires é só clicar aqui, e lá tem mapinhas de três dos filmes que eu falei nesse post: Diarios de Motocicleta, Evita e o vencedor do Oscar El secreto de sus ojos, além de um filme que não entrou pra listinha, mas tem como papel principal Antonio Banderas, o Imagining Argentina.

Espero que tenham gosta do post =) e como já diriam os argentinos, e nosso amigo Arnold, hasta la Vista ;) 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s