Um problema a menos: um comparativo das alternativas que a cidade oferece para os estudantes


Entrar na faculdade é uma grande conquista para qualquer jovem, digno de muita

comemoração. Mas, cedo ou tarde, a hora de estudar chega. Nos vemos em meio a
anotações, apostilas, cadernos e livros enormes. Uma das maiores preocupações
em meio a isso tudo é com relação ao dinheiro. No começo, o estudante ainda não
tem condições de conseguir um estágio, e pode depender financeiramente dos
pais. Os livros didáticos em sua maioria são caros, principalmente pelo grande
conteúdo que ele pode trazer, e somando todas as matérias, o saldo no fim do
semestre pode ser negativo. Mas será que não há nenhuma alternativa para isso
tudo? Muita cultura está livre pela cidade, ou pelo menos a um preço acessível,
e existe sim como driblar as despesas, mas descobrimos que nem todos sabem
aproveitar.

Avenida Paulista. Tráfego intenso de pessoas e carros em sua superfície, e também
abaixo dela: são três estações de metrô, alguns cinemas e livrarias que se confundem e confundem a quem não conhece a maior avenida do país e suas peculiaridades. No encontro com a Rua da Consolação, existe um túnel subterrâneo que em vez de dar espaço para vagões, dá para cultura: um sebo. A associação se chama Via Libris, mas é mais conhecida como “A Passagem”. Mantido por Odete Machado, presidente da associação, o sebo existe há 6 anos e sempre arruma um jeito de renovar seus produtos. “Aceitamos doações, que geralmente vem de grandes escritórios. Compramos pouco, já que esses livros didáticos ficam desatualizados rapidamente. O que a gente não usa, damos para reciclagem”, explica Odete. Além de um grande acervo de livros didáticos, paradidáticos e clássicos da literatura, a passagem também reserva um espaço para exposições de arte. Todo mês, um artista diferente da própria comunidade expõe seus trabalhos e pintura ou escultura. Sobre a fama de sua galeria, Odete nos mostra todo o seu desprendimento e despreocupação. “Todo mundo aqui vive uma vida muito simples, não temos carro nem cartão de crédito. Não fazemos concorrência com grandes livrarias, aqui a linguagem é outra. Muita gente aparece aqui embaixo só porque estava perdida lá em cima”. A Via Libris funciona todos os dias, até as 22h.

Vanessa Gimenez, 18, é estudante de Direito na Universidade Mackenzie, e é uma das que mais sofre com isso tudo. A própria universidade conta com grandes bibliotecas
e um bom acervo disponível para aluguel pelos alunos, mas o curso tem uma bibliografia básica extensa, e não permite hesitação. Assim, após fazer uma breve pesquisa, ela comprou seus livros em uma grande livraria. “Como a maioria são coleções,  é importante para o primeiro ano. Com certeza é mais prático ter o livro em casa do que ficar renovando na biblioteca”, afirma. Quanto aos sebos, também não foram esquecidos. “Cheguei a ir em dois sebos aqui perto, mas não achei o que queria. Procurando a internet vi que só encontraria naqueles enormes do centro”.

Nós listamos alguns livros essenciais para a vida acadêmica e fomos pesquisar
preços e disponibilidades, e encontramos grandes contrastes, mas também boas alternativas. O livro “Ética a Nicômaco” de Aristóteles, por exemplo, custa em média R$ 35,00 na renomada Livraria Cultura da Av. Paulista. “Temos de tudo aqui, é só procurar na sessão certa”, nos diz uma atendente. Em um sebo, pode-se achar o mesmo volume por R$ 15,00. Já “Direito Civil Brasileiro” de Carlos Gonçalves, custa em torno de R$ 90,00 nas livrarias, mas existem 14 exemplares disponíveis de graça na biblioteca do Mackenzie, e apenas dois estão alugados.

Vivemos no século XXI, que pode ser um caos completo na cidade de São Paulo algumas vezes. Nem por isso podemos nos esquecer do que nos é oferecido por direito. Seja por programas do Governo ou simplesmente iniciativas de gente que quer
fazer o bem para sua comunidade, quem precisa sempre encontrará alternativas. Desse modo, os estudantes podem ficar um pouco mais aliviados, e sofrerem apenas nos estudos, e não mais no bolso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s