Dica da semana: Lunar / Moon


Buenos dias, queridissímos Veras, cá estou eu para nada mais nada menos do que postar a tradicional dica da semana, e essa vai ser um pouco mais puxada do que as outras… preparado? Então simbora!

Alguma vez você já viu uma foto ou vídeo de um astronauta e pensou “Nossa, ficar ali, no escuro sem ninguém para conversar ou coisa do tipo deve te deixar pirado!” Não? Então fui só eu. Quero dizer eu e Duncan Jones, diretor do longa e filho de ninguém mais ninguém menos que David Bowie. Isso mesmo, o cara é filho do Bowie! E se o pai tinha uma marca registrada nos palcos o filho tem na película.

O filme de que eu estou falando chama-se Lunar, e é um pouco chato se você não tem paciência com cinema. O longa tem um ritmo até que contagiante, principalmente pelos mistérios que vão aparecendo a cada cinco minutos, mas o filme conta basicamente só com um ator em cena – o protagonista Sam Bell, interpretado por Sam Rockwell (Homem de Ferro 2, À Espera De Um Milagre) – durante seus 97 minutos de duração,  coisa que pode cansar os que não estão acostumados com um filme menos blockbuster.

Uma mãozinha, Sr.Bell?

A trama do filme é a seguinte: O mundo em que vivemos, alguns anos no futuro, descobre a solução para todos os problemas que enfrentamos hoje em relação a sustentabilidade e uso de energias renováveis. E a solução estava bem em cima de nós esse tempo todo, a Lua. Isso mesmo, os caras estão utilizando uma série de recursos do nosso satélite natural, de forma que conseguimos uma energia limpa e praticamente inesgotável, e o melhor de tudo é que não se precisa de milhares de pessoas operando máquinas para tudo isso, na verdade só se precisa de um homem e uma máquina! E é exatamente aí que entra nosso protagonista, Sam Bell é enviado para o trabalho onde ele tem que ficar numa nave em meio as crateras de São Jorge por três anos somente com o computador-com-rosto-de-emoticon chamado GERTY – que tem a voz de Kevin Spacey (Beleza Americana, Quebrando a Banca). Tudo ia bem até que um dia ele sofre um acidente e quando se recupera encontra ninguém mais ninguém menos que ele mesmo no comando da nave, e quando eu digo ele mesmo quero dizer um cara idêntico a ele e com o mesmo nome, só que outra pessoa. O resto é spoiler, mas vale super a pena tirar essa uma horinha e meia para entender o que está acontecendo.

O filme é acompanhado de algumas referências que vão desde o pai do diretor a até a 2001: Uma Odisséia no Espaço (será GERTY um novo HAL?) e tem um tom bacana de se acompanhar quando você quer ver um filme desafiador, onde você tenta descobrir qual é a próxima cena, e leva o espectador para fora do nosso planeta sem muita dificuldade. Esse é um exemplo clássico de filme que bomba nos Estados Unidos por causa de pequenos festivais independentes, que muitos aqui no Brasil desprezam ignorantemente justamente por não saberem que filmes como Atividade Paranormal sairam justamente de lugares como esse. Mas por estar nesse tipo de festival fica-se meio sub-entendido que o filme foi feito com pouca verba (pelo menos na maioria dos casos) e Lunar não é exeção à regra, o filme foi gravado quase inteiro no pequeno estúdio que representa a nave de Bell, e tem pouquíssimas cenas externas feitas em CGI (computação gráfica).

Mais uma vez como muitos dos filmes que eu indico aqui no Vera, Lunar me ganhou pela simplicidade, conseguindo êxito em produzir o “filme-monólogo” que Eu Sou a Lenda tentou e não conseguiu. GERTY rouba a cena algumas vezes, e mostra como os roteiristas foram habilidosos em dividir bem as falas, com sutileza e esperteza surpreendentes, e ainda mais com a voz de Spacey é algo deve ser conferido por ti, querido Vera😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s