Dica da Semana: Kiss Kiss Bang Bang / Beijos e Tiros


Meus Veras, não vejo outra forma de começar essa postagem sem ser com um pedido de desculpas. Me comprometi a escrever toda sexta-feira uma dica de um filme, mas devido a alguns probleminhas, tive que adiar pra hoje, segunda feira. Mas após essas desculpas, eu lhes garanto, queridíssimos Veras, vai valer a pena.

Metalinguagem é a palavra que define o filme de hoje. Se você não sabe o que essa palavra tipicamente pseudo-intelectual significa, não se preocupe, o tio Fe explica😉 Metalinguagem é quando uma coisa fala sobre ela mesma, o exemplo que as professoras sempre usam é o do dicionário, pois é a língua portuguesa falando sobre ela mesma. Passando o momento Professor Pasquale, vou exemplificar com as minhas palavras: é quando um livro, fala sobre livros; uma música sobre músicas; um filme, sobre filmesY como yo hablo sobre películas, é claro que se trata da última opção!

Em Beijos e Tiros essa metalinguagem fica nítida desde o inicio, quando os créditos são dados numa referencia clara aos filmes da saga de 007, ou até mesmo quando Harry (Robert Downey Jr.) se apresenta como narrador, e fala que não sabe contar histórias. Fazendo piadas claras às histórias dos romances policias, fazendo você até se sentir meio bobo por gostar do gênero. Até o Poster tem um tom Noir

Pera aí Fe, você falou que o Downey Jr. está nesse filme? OMG OMG OMG ele é super gato e sexy ! Sim, eu falei, e tenho que admitir que o cara tem seu charme, mas eu sou mais eu . E olha que bela chance de falar para aquela amiga invejosa que você conhece um filme dele que pouquíssima gente viu! Brincadeiras a parte, é impressionante como o cara atua no filme, o tom sarcástico, que já virou marca registrada dele, é esbanjado durante o filme, mostrando que ele é muito mais do que Tony Stark e Holmes. E ah, para os marmanjos, fiquem tranquilos, Michelle Monaghan rouba a cena várias vezes!

A trama do filme é a seguinte: Harry é um ladrãozinho barato de Nova York e certo dia perto do Natal, enquanto saqueava uma loja, o alarme dispara tendo como consequência a morte de seu parceiro. Enquanto Foge da polícia Harry acaba caindo dentro de uma audição para um papel de ator, e começa a interpretar, justamente para não chamar a atenção. O detalhe é que o papel começa a entrar em pontos que batem exatamente com o que ele estava passando aquela noite, e com isso ele desaba (literalmente) em frente aos produtores, que acabam chamando ele para uma festa em Los Angeles. Lá ele é apresentado para um detetive, que vai ajudá-lo a entrar no papel, e reencontra uma antiga paixão colegial. A partir desse ponto, uma dose cavalar de suspense, comédia e tensão vai chegar a você.

A direção do filme é feita por Shane Black, que vai utilizando uma trilha sonora e uma iluminação que deixam o clima noir e cômico sempre em equilíbrio, deixando no ar que qualquer coisa, tanto engraçada quanto séria pode acontecer a qualquer momento. Simplesmente genial!

Pra você ter uma noção, depois desse filme Black foi contratado para dirigir Homem de Ferro 3 (sim, ele vai trabalhar de novo com Downey Jr.) e a adaptação Hollywoodiana de Death Note (que já falamos aqui no Vera ). Segura a banca desses caras!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s