Ozzy lança sua autobiografia. Mas e aí, quem é o mais honesto entre os músicos?


Todas as autobiografias são boas, é ótimo saber a vida de um ídolo contada por ele mesmo. O que a gente espera é honestidade… mas qual foi o melhor relato até hoje?

ClaptonEric Clapton – A Autobiografia: a história de uma lenda da
guitarra abrindo seu problema com o alcoolismo, explicando a morte do filho da
qual ele se culpa e expondo outros ícones do rock. Na sinopse: “Clapton conta a
história de sua viagem profissional e pessoal nesta pungente, inteligente e
dolorosamente honesta autobiografia”. Foi lançada junto com uma coletânea de
músicas escolhidas por ele próprio. Eu corri para comprar e não me arrependi,
me emocionei. Todas as emoções e lutas desse velhinho que já se fodeu muito na
vida.

RickyRicky Martin – Yo: a história da sua sexualidade, o que é estar em uma boy band e a fama de bonitão arruinada. Na sinopse: “Este livro é uma autobiografia íntima sobre o caminho libertador e espiritual de um dos maiores ícones pop-stars do nosso tempo”. Logo depois de assumir sua homossexualidade, ele anunciou que lançaria uma autobiografia, e isso rendeu um sucesso de vendas. De líder dos Menudos a líder humanitário, o cara com certeza construiu seu nome através da música. Para os curiosos, recomendado.

OzzyOzzy Osbourne – Trust Me, I’m Dr. Ozzy: Segunda autobiografia do Lord das Trevas, dicas de saúde de um dos caras mais sequelados do mundo. A intenção: “reunir em um livro seus conselhos sobre como lidar com o abuso de álcool e drogas e sair vivo dessas situações”. Expor sua vida não é novidade para Ozzy, que já o fez até na televisão. No seu primeiro livro, ele nos conta sua vida e a trajetória de uma das maiores bandas de metal do mundo. Agora, inspirado pela sua coluna no jornal Times, o cara fala sobre saúde e suas experiências de quase morte com muito humor. Irônico, o cara é de ferro.

Michael Jackson – Moonwalk: o rei do pop nos seus primeiros
anos, um pouco do que rolava na sua família e com seu pai e a inocência de quem
mal sabia o que ainda viria pela frente. Na sinopse: “o autor discute
sua fama, seu primeiro amor, sua cirurgia plástica, sua carreira excepcional e os rumores bizarros que o rodeavam”. Lançado em 1988, o livro é pouco conhecido, mas sem dúvida mostra um relato sincero e sofrido. Ele aproveita para falar também de sua música e seu mais novo disco na época. Talvez ler hoje em dia faça você sentir um pouco mais de compaixão pelo camaleão MJ.

KeithKeith Richards – Vida: modelo de rockstar, drogadão, guitarrista dos lendários Rolling Stones e vivo. Na sinopse: “Com honestidade rasgada, Keith revela altos e baixos do rock’n’roll, as notórias prisões, as mulheres que teve, o vício em álcool e heroína”. Ele consegue transformar toda a sua loucura em palavras, e em cerca de 500 páginas nos conta como compôs os maiores solos de guitarra, revela os podres de Mick Jagger e talvez até explica por que fumou seu próprio pai. É o relato de uma vida sem limites, e ele conta coisas que nem os amigos próximos imaginavam. Os fãs de rock e também os insanos devem ler.

O Vera quer saber sua opinião, comente, vote!

Uma resposta em “Ozzy lança sua autobiografia. Mas e aí, quem é o mais honesto entre os músicos?

  1. ai eu adooroo o ricki ja li tudo sobre eliiiii ameiii e tambem acho que ele e o mais sincero e lindo de todos!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s