Dica da semana: Pineapple Express / Segurando As Pontas


É bixo, hoje é sexta feira, dia de… FILME \o/ todos comemora. E o filme que eu vou recomendar hoje é um daqueles que você vê meio jogado numa prateleira da locadora e pensa… blah, sessão da tarde. Mas tem o selo de aprovação Felipe Germano, ou seja pode confiar😉

Você deve estar pensando “grande merda seu selo de aprovação!”, e eu não posso discordar! Mas o selo de aprovação de James Franco, Seth Rogen e Ken Jeong… tem um pouco mais de peso né? hahaha. Se você não sabe quem são esse atores, o primeiro é o escalador de 127 horas (tem uma matéria sobre isso a uns posts atrás)o segundo é um dos policias de Superbad, e o terceiro é o chinês-surtado de Se beber não case 1 e 2. Aliás, quando eu vi essa combinação pensei “Fuck, o estilo de comédia dos caras é muito diferente, vai dar merda”. Eu me enganei, e como.
Pineapple
Bom, sobre esse filme, eu posso dizer que tive sorte, afinal, eu consegui vê-lo numa sala de cinema, durante a mostra de São Paulo (que por sinal, aplaudiu de pé a sequência do carro!). Aí você pensa, “pera aí, porque sorte? Ele não passou no cinema?” e eu serei obrigado a responder: “Nopes meus caros Veras, ele não passou” Isso significa que o filme é ruim? E minha resposta será idêntica! Afinal, se você não sabe como funciona a seleção dos filmes que vão pro cinema, o Fe aqui vai explicar:
– Passo 1: as distribuidoras mostram os filmes para uma pessoa escolhida pela empresa dona do cinema (Cinemak, Playart, e etc),
– Passo 2: o funcionário fala pra empresa se é valido ou não passar o filme em seus cinemas
– Passo 3 a): se o funcionário gostou o filme passa nos cinemas
Passo 3 b): se o funcionário não gostou, você vai ter que se contentar em ver o filme no DVD, Blu-ray e afins… Simple like that.
Ou seja, muitos filmes bons são deixados praticamente de fora do sistema comercial de exibição por causa desses funcionários, e infelizmente esse foi o caso de Pineapple.

Mas vou finalmente falar do filme. A trama é a seguinte: um homem, Seth Rogen, de aproximadamente 30 anos, trabalha como oficial de justiça e namora uma menina de 17. Um dia, após dar uma passada pra comprar umas drogas com seu traficante, James Franco, acaba experimentando uma droga nova, super exclusiva, o Pineapple Express, e enquanto está  “apreciando” o produto que acabara de comprar, presencia um assasinato, e deixa um pouco da dorga cair no chão. O problema é que a droga é tão exclusiva, que os assasinos começam a tentar acha-lo, e consequentmente, seu traficante.

Mais brisa impossível né? E o melhor de tudo, é que conforme o filme passa, tudo faz o maior sentido, e frases inesquecíveis como “You’ve been served”, “You just got killed by a Daewoo Lanos, motherfucker!”, e “Eldorado!”, vão fazer parte do seu vocabulário. Além disso, esse filme foi uma excessão BRILHANTE quanto ao setor de traduções brasileiro, quando vi o nome Pineapple Express pensei “lá vem As Altas Aventuras da Pesada do Expresso Abacaxi!”, mas não, o filme veio com o trocadilho mais brilhante da última década. Segurando as pontas.

Anyway, está aí a dica do fim de semana, pra você que quer dar algumas risadas antes de ir na festa junina da priminha😉 Enjoy it, cause Vera aproves.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s