5 de Outubro: 50 anos de pop


Hoje, meus caros Veras, é um dos dias mais importantes da história da cultura pop, não própriamente hoje, mas no dia 5 de outubro de 1962 dois dos maiores expoentes dessa cultura nasciam de forma primorosa.

Vou começar com o lado musical da coisa. Qual a banda mais importante do século? Acho que seria quase unânime que a resposta seria Beatles, por que mesmo que você, jovem padwan, não goste dos besouros da Abbey Road muito provavelmente as bandas que você curte se inspiraram neles. Não é nem preciso ir muito longe para chegar nisso. Ozzy Osbourne, o eterno inimigo do Batman, já declarou algumas vezes que sua maior inspiração musical é ninguém menos que John Fucking Lennon, apesar do estilo do cara ser extremamente diferente de Lennon, ele entende que os meninos de Liverpool eram simplesmente geniais.

O fato é hoje fazem bodas de ouro do primeiro single dos caras. Love Me Do é uma das músicas mais amadas pelo fãs, me incluo discaradamente nesse meio, por sua simplicidade, sua gaita bem colocada e o romantismo que o Beatles trouxeram ao mundo de forma única. Existem alguns fatos curiosos sobre a canção aniversariante, uma delas é que várias versões foram gravadas, trocando principalmente o baterista, o que deixou Ringo Starr #lastimioso. Além disso, em uma das primeiras ideias, a famosa gaita era antes uma guitarra. Gaita que por sinal John nunca comprou, já que o Beatle roubou a gaita em uma viagem, pouco antes de se tornar a lenda que é.

Se você ficou com saudades/ quer comemorar o aniversário assobiando junto/ o ou até mesmo conhecer a canção (por que não?) é só dar play aqui em baixo :)

Acho que nem preciso dizer mais o quão importante é esse aniversário, né? Uma música que mudou não só uma geração, mas todas as gerações que seguiram a partir do momento em que o primeiro acorde tocou 50 anos atrás. Já basta, né? O mundo já foi suficientemente alterado por causa desse dia histórico, certo? Errado. Nesse dia os ingleses acordaram inspirados por que outro ícone estaca nascendo naquele momento. O nome dele? Bond. James Bond.

Issumemu, bicho, o agente secreto mais foda de todos os tempo também tinha sua estréia nos cinema hoje, com o clássico-sensacional-mother-fucker 007: Contra o Satânico Dr. No, ou simplesmente “Dr. No”, pros gringos. O filme teve um investimento de 1 milhão de dólares, algo muito mais absurdo do que pode se imaginar nos padrões de hoje, e foi nele que começaram as tradicionais Bond Girls, perseguições, super-vilões internacionais, as armas de Bond, a abertura com câmera subjetiva de dentro da arma, o famoso Dry Martini “Batido, não misturado”, a consagração de Sean Connery (que é considerado por muitos o maior 007 de todos os tempos) e principalmente da famosa apresentação: “Sobrenome. Nome Sobrenome”.

Poucos personagens são tão importantes quanto esse. 007 é não só um ícone mundial, mas também um centro de referências incontáveis, muitas das coisas que você acha clichê, em termos de ação, espionagem e policial, surgem desse agente secreto. Mesmo que Dr. No em especial não traga todos os pontos principais da saga do agente londrino (As bugigangas secretas começaram a aparecer efetivamente no segundo filme da série - Moscou contra 007 ( From Russia With Love), de 1963 – é importante que o sucesso desse primeiro longa deu segurança e força para a MGM investir na série (que é hoje sua maior fonte de renda e prestígio).

O trailer do longa pode ser conferido aqui também:

Com  esses dois momentos históricos acontecendo no mesmo dia, a única coisa que posso dizer para encerrar o post, é que  a data de nascimento da cultura pop, é no dia cinco de outubro de mil novecentos e sessenta e dois. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s